Portal 6

“Má fé”, diz Eli Rosa sobre denúncia que culminou em busca e apreensão da PF em seu gabinete

(Foto: Reprodução)

O vereador Eli Rosa (PMDB), vice prefeito na chapa de João Gomes (PT), que concorre  à reeleição em Anápolis, usou o Facebook para se defender da denúncia que culminou em uma operação de busca e apreensão da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (26), em seu gabinete na Câmara Municipal.

Para Eli Rosa, a denúncia de distribuição indevida de vale-combustíveis, feita por um ex-candidato a vereador de seu partido, é “vazia” e de “má fé”. Para tentar explicar a origem do dinheiro usado na denúncia, o vereador divulgou um extrato bancário e pediu aos internautas que avaliem a justificativa.

“[…] nunca houve valores nem de entrada nem de saída, no fundo partidário do diretório Municipal do PMDB de Anápolis. Digo ainda que todos os valores destinados à abastecimento de combustíveis são oriundos diretamente do Diretório Regional do PMDB”, publicou.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.