Portal 6

Como tirar a Carteira de Motorista?

(Foto: Reprodução)

Os requisitos para abrir um processo de CNH é ter 18 anos, possuir RG e CPF e saber ler e escrever.

A carteira nacional de habilitação é algo almejado por todos os jovens que chegam a maioridade e geralmente representa uma transição natural para a vida adulta.

Mas você que ainda não tirou sua CNH, sabe quais as etapas realizar para obter o seu documento? Neste artigo vamos demonstrar o processo detalhadamente:

Os requisitos para abrir um processo de CNH é ter 18 anos, possuir RG e CPF e saber ler e escrever. Com a consciência de possuir cada uma dessas condições, o candidato terá que ir ao Detran da sua cidade para realizar o cadastro biométrico, onde serão registradas as impressões digitais.

Após a conclusão do cadastro o aspirante a motorista será instruído a realizar os exames médicos e psicotécnicos para comprovar aptidão física e mental para dirigir. Esses exames serão realizados por clinicas médicas especializadas indicadas pelo próprio Detran ou alguma auto-escola.

No exame de aptidão física são avaliados visão, pressão e eficiência motora, sendo que o médico pode reprovar caso haja algum problema grave. Já o exame psicotécnico avalia a condição psicológica e emocional da pessoa. Alguns costumam ter problemas apenas pelo nervosismo, mas em caso de reprovação é só refazer o exame sem nenhum custo adicional.

Uma vez aprovado nestes testes, o candidato terá que se inscrever num Centro de Formação de Condutores (CFC) para fazer o curso teórico. São obrigatórias 45 horas/aula. O custo varia muito, mas, em média, não passa de R$ 250. O conteúdo é acerca de noções de direção, primeiros socorros, mecânica do veículo e legislação de trânsito.

Ao término do curso teórico o candidato fará uma prova e, caso seja aprovado, pode iniciar o curso prático. São obrigatórias 25 aulas práticas feitas em autoescolas credenciadas. Dessas, quatro devem ser noturnas. Se a auto escola possuir simulador, também há a possibilidade de fazer aulas nele, sendo permitidas no máximo oito aulas.

Concluídas as aulas e o candidato sendo considerado apto pelo seu instrutor, deverá ser marcado o teste final, onde ele será avaliado, podendo ser aprovado ou não. Geralmente o teste é feito no circuito do próprio Detran, dentro das dependências da unidade. Desde que não haja nenhuma falta no circuito interno, o candidato sai para uma volta no trânsito, onde seguirá sendo avaliado.

Depois da aprovação neste teste final, o candidato estará apto a dirigir pela cidade com sua permissão para digirir, que deve chegar dentro de 15 dias. A chamada “provisória’ é válida por um ano. Se não houver nenhuma multa grave no período, o candidato pega a definitiva e deve renová-la a cada quatro anos. Se houver ocorrências que ultrapassem os quatro pontos na carteira, a mesma é suspensa e o processo deve ser reiniciado.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.