GIH de Anápolis já investiga homicídios na Vila Esperança e Jardim América

Algumas suspeitas já estão no radar da Polícia Civil. Crimes não tem relação entre si, afirma delegado

Rafaella Soares -

A motivação dos assassinatos de Antenor Ferreira da Silva e Erondes Ferreira da Silva, na Vila Esperança, e Eric Gabriel Braga da Silva, no Jardim América, já está sendo investigada pela Polícia Civil de Anápolis.

De acordo com o delegado do Grupo de Investigações de Homicídios de Anápolis (GIH) Renato Rodrigues de Oliveira, os trabalhos tiveram início ainda na noite da quinta-feira (05), logo após a equipe ter chegado aos locais dos crimes.

Algumas suspeitas, porém, já estão no radar do GIH, como informou Renato, em conversa com a reportagem do Portal 6.

PublicidadePublicidade

“Pelo que deu para apurar, esse duplo homicídio na Vila Esperança e esse outro homicídio do Jardim América não tem ligação, apesar de terem acontecimento num período curto de tempo. As vítimas não eram conhecidas e tudo indica que na Vila Esperança era um carro com possivelmente quatro indivíduos, enquanto no Jardim América era dois em uma moto”.

Oficialmente, até o dia 30 de setembro foram registrados 126 homicídios em Anápolis. Nessa estatística não são considerados os cinco latrocínios registrados neste ano,  nem as mortes por confronto com a Polícia Militar (PM) – que chegam a aproximadamente dez pessoas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.