Anápolis continua abrindo menos empresas que Aparecida de Goiânia

Dados do Instituto Mauro Borges em relação ao PIB de 2015 poderão atestar se Anápolis já foi ultrapassada por Aparecida de Goiânia como segunda maior economia de Goiás

Carlos Henrique -

A abertura de empresas no mês de outubro deste ano em Goiás foi 11,8% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado. A Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) registrou 1.420 novas inscrições, contra 1.270 no mesmo mês de 2016.

Outubro registrou o 10° resultado positivo deste ano. O presidente da Juceg, Rafael Lousa, afirma que este cenário reforça a estimativa de encerramento de 2017 com avanço médio de abertura de empresas em torno de 10%.

“O serviço de abertura de empresas está mais rápido, com o Portal do Empreendedor Goiano. Seguimos as orientações do governador Marconi Perillo e estamos expandindo nossa parceria com os municípios para garantir a todos o acesso ao serviço”, afirma.

Dados

Goiânia registrou a maioria dos pedidos de abertura de empresas (504), seguida de Aparecida (85) e Anápolis (65). Na divisão por gênero, os homens representaram 63% dos negócios abertos contra 37% das mulheres.

Em outubro desse ano, foram registradas em Goiás 576 empresas do tipo individual de responsabilidade Ltda (com apenas um titular); 518 do tipo sociedade empresária limitada (com dois sócios, no mínimo); 315 empresários individuais (aqueles que exercem a atividade econômica em nome próprio e integralizam o seu patrimônio à exploração do negócio); 6 sociedades anônimas fechadas e 3 cooperativas.

Em tempo

Dados do Instituto Mauro Borges em relação ao PIB de 2015 poderão atestar se Anápolis já foi ultrapassada por Aparecida de Goiânia como segunda maior economia de Goiás.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.