PublicidadePublicidade

Câmara de Anápolis já tem bancada contra “cobranças abusivas” nos colégios militares

Outra polêmica sobre bonecas que fazem "apologia à ideologia de gênero" também está rondando as discussões na cidade

Carlos Henrique -

A discussão sobre as taxas cobradas dentro dos colégios militares que já havia passado pelo Ministério Público Estadual, agora avança para a Câmara Municipal de Anápolis. Ocorreu na última sessão ordinária, realizada nesta quarta-feira (13).

Quatro vereadores fizeram falas sobre o tema. Mauro Severiano (PSDB) disse ter recebido pais pedindo ajuda para custear essas despesas.

“Reclamaram sobre a taxa de inscrição, mensal e alguns livros. Não pode. Se é público por que vai pagar?”, questionou antes de dizer não ser contra os colégios militares, que considera de ‘primeiro mundo’. “Quero que tenha 300 colégios militares no estado. O que eu estou contra é com a taxa”, completou.

Já o vereador e ex-prefeito Antônio Gomide (PT) disse que “todos aqueles que tem os seus filhos na escola militar tem feito essa reclamação” e evocou a Constituição para emendar: “Nós somos defensores da educação como escola pública, gratuita e de qualidade”.

Geli considera os colégios militares importantes, mas disse “defender essa escola pública, gratuita e de qualidade”, mencionada por Gomide e pediu: “Queremos também que todas as escolas públicas tenham as mesmas condições e equipamentos que as escolas militares”.

Lélio Alvarenga disse não ser contra as taxas, mas prefere que elas sejam acessíveis e voluntárias.

Vale lembrar…

Que a Câmara tem jurisdição apenas sobre a rede pública municipal.

Descanso

O recesso na Câmara Municipal já começou e só será interrompido extraordinariamente em situações como nesta manhã de quinta-feira (14), em que os vereadores votam o orçamento da Prefeitura para 2018.

Falando em Legislativo

A Comissão Mista da Assembleia Legislativa de Goiás  aprovou a concessão de seis trechos de rodovias estaduais, por 35 anos anos. Nenhuma delas cortam Anápolis.

Brinquedo polêmico

Tem até deputado federal achando que as bonecas distribuídas pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) estão fazendo ‘apologia à ideologia de gênero’. Resumidamente, esses brinquedos apresentam órgãos sexuais de protuberância mais “saliente”, argumentam.

Pelas redes

Roberto Naves (PTB) teve reunião com o ministro das Cidades Alexandre Baldy para trazer mais unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida para Anápolis. Em sua página no Facebook, o prefeito mencionou também reuniões nos ministérios da Saúde e Educação.

https://www.facebook.com/robertoprefeito/photos/a.1731057997170992.1073741828.1729080530702072/2000948600181929/?type=3&theater

Nota dez

Para a campanha “Natal de Coração”, que tem conseguido envolver a população nas programações que faz nos bairros. O ônibus-trenó da Urban e o trenzinho são as atrações que mais sucesso fazem com a garotada. Já os adultos aproveitam o entretimento dos pequenos para colocar a conversa em dia e descontrair. Tudo lembra muito os tempos em que criança podia brincar na rua e os pais poderem prosear nas calçadas.

Nota zero

Para quem explora a desgraça alheia querendo colher seja lá o que for. São sombrios esses tempos de “jornalismo onlaine”.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.