A justificativa da DGAP para transferir 65 presos de Anápolis para Formosa

Familiares dos apenados chegaram a ir para a porta da cadeia querendo saber o que seria feito com eles

Carlos Henrique -

Um total de 65 presos de Anápolis foram transferidos na manhã desta terça-feira (20) do Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública da cidade, para o Presídio Estadual de Formosa.

A transferência, mantida em sigilo por várias horas, mas descoberta pela imprensa de ambas cidades antes do anúncio oficial, atende ao planejamento da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) de isolar presos de maior periculosidade.

Familiares dos apenados chegaram a ir para a porta da cadeia querendo saber o que seria feito com eles. A transferência contou com a participação de esquadrões de elite da Polícia Militar, como o Choque, Rotam e Graer.

Em nota enviada ao Portal 6, a DGAP informou ainda que a seleção desses presos foi feita com ‘base em seu histórico’ obtidos ‘em informações dos serviços de inteligência policial das forças de segurança pública’.

A transferência de presos de outras cidades para o novo presídio de Anápolis também deve ocorrer nos próximos dias, conforme apurou a reportagem do Portal 6.

Veja a nota da DGAP na íntegra:

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informa que, nesta terça-feira (20/2), 65 presos da unidade prisional de Anápolis foram transferidos para o Presídio Estadual de Formosa.

A transferência faz parte do planejamento da DGAP que prevê a separação de presos com base em seu histórico de periculosidade e em informações dos serviços de inteligência policial das forças de segurança pública.

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP)

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.