Portal 6

Juíza goiana dá show de empatia ao sair de audiência para ouvir mulher tetraplégica

Vítima foi ouvida por juíza no estacionamento do fórum. (Foto: Divulgação / TJ)

Vítima de tentativa de homicídio, ela sentia muitas dores e não conseguia entrar no fórum mesmo com as rampas e cadeira de rodas

Um caso comovente está chamando atenção nas redes sociais. Se trata da Juíza Tatianne Marcella Mendes Rosa Borges, da 2ª Vara Criminal de Rio Verde, que foi até o estacionamento do fórum do município, durante um julgamento, para ouvir uma mulher tetraplégica.

O atendimento especial ocorreu porque a audiência tratava justamente do fato de ela ter perdido todos os movimentos do pescoço para baixo após ser vítima de uma tentativa de homicídio.

Essa a audiência foi realizada no último dia 26 de junho, no 3º andar do prédio. Mesmo com rampas, cadeiras de roda e elevador, a mulher sentia muitas dores e, por isso, a magistrada decidiu ouvi-la do carro onde estava.

A conversa durou cerca de 20 minutos e ela foi a segunda testemunha a ser ouvida. Posteriormente, a juíza retornou a sala onde ouviu a mãe da vítima e também os quatro responsáveis pelo crime.

Em tempo

Segundo os autos da denúncia, ela foi alvejada com uma arma de fogo no dia 03 de novembro de 2016, na porta da própria casa.

Na época, a vítima se relacionava com um dos suspeitos e tudo ocorreu porque, dias antes, uma arma foi encontrada Casa de Prisão Provisória (CPP) de Rio Verde,  onde o suspeito já cumpria pena.

Com isso, outro detento pensou que havia sido ela a informar às autoridades sobre o objetivo ilícito.

O namorado dela então chamou três amigos com quem já havia dividido cela e combinou os detalhes do crime. Após os disparos, eles ainda tentaram fugir em um carro, mas acabaram presos novamente.

Quer comentar?

Comentários






Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.