A chocante morte da criança de apenas três anos em Niquelândia

Menina foi encontrada com marcas de violência física e sexual. Suspeito de cometer o crime é menor de idade

Da Redação -

Foi ouvido na manhã desta terça-feira (17) o adolescente de 15 anos que foi apreendido suspeito de estuprar e matar a menina Amanda Vitória Soares, de apenas três anos, em Niquelândia, a 252 km de Anápolis.

O suspeito confessou o ato infracional ao delegado Bernardo Comunale, mas negou que houve conjunção carnal, alegando que as lesões encontradas nas partes íntimas da criança foram provocadas pela introdução de um dedo.

De acordo com a Polícia Civil, essa versão ainda será investigada, pois o menor está com escoriações nos cotovelos e joelhos.

PublicidadePublicidade

Durante o depoimento, o adolescente ainda detalhou que usou uma pedra de mais de 3kg para golpear a cabeça da menina e em seguida praticou a violência sexual. Ele também afirmou que não tinha nenhum motivo para cometer o crime.

Vizinho da família, o suspeito aproveitou o momento em que a mãe da criança foi até a casa da sogra, no mesmo lote, e entrou dentro da casa para pegá-la e levá-la para um matagal nas proximidades.

Depois do ato ilícito, ele pensou que Amanda já estava morta e ainda planejou jogar o corpo dela em uma barragem. Porém, ao perceber que haviam pessoas procurando por ela nas proximidades, decidiu fugir.

A menina foi encontrada seminua, com lesões físicas e marcas de abuso, e chegou a ser socorrida, mas morreu horas depois no hospital. No IML foi constatado que o óbito se deu por um traumatismo craniano.

Com passagens por furto e receptação, o adolescente também já foi usuário de drogas e esteve internado em uma clínica psiquiátrica.

Agora, o delegado irá lavrar em desfavor dele um auto de apreensão em flagrante por estupro de vulnerável com morte e entregar o menor ao Ministério Público, que definirá para qual centro de internação ele deverá ser encaminhado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.