Poluição no Córrego das Antas pode ter matado dezenas de peixes

Local já estava sendo observado desde a suspeita de contaminação que provocou o aparecimento de espuma na água

Da Redação -

Um novo problema tem chamado a atenção da gerência de fiscalização ambiental de Anápolis. É que desde a última terça-feira (14), dezenas de peixes estão aparecendo mortos no Córrego das Antas, que corta a cidade de Sul à Norte.

A principal suspeita é a situação tenha sido provocada pela poluição do esgoto que é descartado na água.

Gerente de fiscalização ambiental, Thiago Vitorino contou à TV Anhanguera que amostras da água deverão ser coletavas, para que se descubra quais substâncias são responsáveis por tirarem a oxigenação dos peixes.

PublicidadePublicidade

“Iremos, junto com a Universidade Estadual de Goiás (UEG) fazer a análise da água para que possamos identificar o tipo de material que está causando esse problema e, assim, ao longo do rio, identificar possíveis causadores desse crime ambiental”, afirmou.

O Córrego das Antas já estava em observação desde o início do mês, após um grupo de ambientalistas denunciarem que uma espuma estava se formando na água e que a causa poderia ser uma contaminação devido ao lançamento de cal e esgoto feitos pela Saneago.

Na ocasião, o ambientalista Edson Queiroz chegou a alertar que o cal encontrado na água era nocivo e já poderia ter vitimado vários cágados na região.

“Onde tem contato com esse tipo de cal, onde ele passa ele mata peixe que tiver. Pouca distância dele mata tudo. A tentativa de usar essa cal de maneira inadequada pode ser uma forma de camuflar que está tudo dentro das normas, mas tudo indica que está sendo feito de maneira inadequada”, disse.

Devido a primeira denúncia, a Saneago acabou sendo notificada e multada em R$100 mil. Já sobre os peixes, a empresa se pronunciou dizendo que as mortes ocorreram em um local distante da estação de tratamento de esgoto e, por isso, não poderia ter atingido a área dos animais.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.