Traficante entrega parceira e PM descobre indústria de drogas em Anápolis

Ele queria tanto se livrar da cadeia que não pensou duas vezes antes de abrir o jogo

Da Redação -

Uma mulher e um homem foram presos na quarta-feira (29) suspeitos de usarem uma residência na Vila Formosa, região Leste de Anápolis, para a fabricação de medicamentos ilícitos.

De acordo com o comandante do 4ºBPM, tenente coronel Cardoso, os agentes estavam em patrulhamento quando abordaram João Paulo Melo dos Reis, de 18 anos, que levava com ele vários comprimidos e porções de maconha.

Questionado sobre a procedência das drogas, ele afirmou ter conseguido com Tácia Santos da Silva, de 30 anos, que é funcionária em uma indústria farmacêutica no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA).

PublicidadePublicidade

Os agentes foram então até o endereço informado pelo suspeito e constataram que a residência havia sido alugada com o propósito de ser usada como refinaria de cocaína.

(Foto: Divulgação / 4º BPM)

No espaço também havia uma pequena árvore de maconha, 47.520 comprimidos de rebite e 5.220 de desobesi (usado no tratamento de obesidade).

A polícia apreendeu ainda 4kg de cafeína, máquina de prensa, balança de precisão e mais 50 mil cápsulas vazias para a produção de novos medicamentos.

Os dois suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes e autuados por tráfico de drogas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.