PublicidadePublicidade

Preso em Anápolis ambulante que matou homem por causa de doces

Com requintes de crueldade, crime ainda contou com a participação de outras três pessoas

Da Redação Da Redação -

A Polícia Civil prendeu em Anápolis um homem acusado de ser um dos autores de um homicídio com resquícios de crueldade, na BR-070, em Barra do Garças, no Mato Grosso, no último dia 26 de julho.

Conforme a corporação, Rogério Francisco Gomes, de 29 anos, vendia doces nas paradas de reparo da via juntamente com os funcionários Wesley Ferreira de Paula, de 35 anos, Cleiton da Silva Tomaz, de 33 anos, e Rodrigo Nogueira Barroso, de 41 anos.

Em dado momento, o grupo percebeu que Oziel de Souza Santos também vendia guloseimas nas proximidades e decidiram matá-lo, pois o mesmo estaria atrapalhando o desenvolvimento dos negócios.

PublicidadePublicidade

Preparados para o crime, os quatro foram até a casa de Oziel e pediram para um dos filhos dele que fosse chamar o pai.

Assim que chegou no portão, a vítima foi atingida por um tiro e imediatamente tentou fugir da mira dos criminosos, correndo em direção ao centro da cidade.

Os homens então entraram em um carro para perseguir Oziel, que acabou sendo alcançado e atropelado. Já sem condições de correr, o grupo o espancou, disparou novos tiros e ainda cravou uma faca no rosto dele.

Wesley, Cleiton e Rodrigo foram presos de imediato, mas Rogério voltou para a casa em Anápolis e conseguiu se esconder. Ele foi só encontrado devido a um trabalho em conjunto realizado entre policiais dos dois municípios.

Após passar por um interrogatório, Rogério não só confessou o crime como foi o responsável por detalhar como ocorreu o assassinato de Oziel. Dada a voz de prisão, ele foi levado para Barra do Garças, onde ficará em regime fechado à disposição da Justiça.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade