Portal 6

A inspiradora história de Emilli Bailoni, delegada de Anápolis

(Foto: Denilson Boaventura)

Ela superou todos os desafios que a vida lhe trouxe e hoje, além de servir ao GIH, ajuda outras pessoas a realizarem sonhos

Inspiração. Essa é a palavra descreve a delegada Emilli Bailoni, de 33 anos, que foi a convidada de quinta-feira (14) do Papo das Seis, programa de entrevistas, debates e comentários transmitido nas redes sociais do Portal 6.

Atualmente no Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), ela começou o ofício com 23 anos e já atuou em pequenas cidades do interior de Goiás, como Itaguaru, Itaguari, Taquaral e Heitoraí.

O caminho, no entanto, não foi fácil. Segundo a delegada, os pais se separaram ainda quando tinha 15 anos e ela precisou trabalhar para ajudar nas despesas e cuidar dos três irmãos mais novos.

“Até então não sonhava com nenhuma carreira, até que recebi o convite para fazer o vestibular. Direito nunca foi meu sonho, aconteceu. Mas gostei demais do curso e quando eu comecei eu não sabia como pagar a faculdade. Uma conhecida falou para eu pagar a matrícula e depois dar um jeito. Então fiz a matrícula e não pensava que era tão difícil, todo semestre era aquela luta.  Consegui me formar e trabalhei a faculdade toda como vendedora em uma loja de móveis”, contou.

Hoje, já com uma carreira consolidada na Polícia Civil, Emilli faz parte do projeto Degraus da Aprovação, juntamente com o juiz Pedro Paulo de Oliveira. A iniciativa tem objetivo de ajudar pessoas que estejam estudando a passarem em concursos.

Para o futuro, a delegada espera continuar servindo a sociedade e ser uma ponte para que outras pessoas, assim como ela, consigam alcançar seus objetivos.

“Eu sou apaixonada em ver que fiz a diferença. Seja quando uma mãe chega chorando na delegacia porque perdeu o filho e naquele momento precisa daquilo para tocar a vida, seja tirando alguém da sociedade que está perturbando a ordem ou no Degraus, transformando a vida de quem está estudando. Onde me colocarem, quero levar para as pessoas o que eu tenho de melhor”.

A seguir, a íntegra do Papo das Seis

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.