Portal 6

As principais curiosidades sobre a terceira edição da Mostra Kzulo

(Foto: Rafaella Soares)

Evento, que já entrou para o calendário cultural de Anápolis, terá a Colonização Árabe como tema

A Mostra Kzulo é um evento que ganha cada vez mais espaço e já está se tornando uma tradição em Anápolis.

Nas duas primeiras edições, recebeu profissionais da arquitetura de todo o pais, incluindo Paulo Sergio Niemeyer Makhohl, neto do grande Oscar Niemeyer.

Já com tudo definido para o próximo evento, o Te Amo Anápolis reuniu 15 curiosidades sobre a casa escolhida e a família árabe que será homenageada.

Vamos lá?

1– Neste ano, a Mostra Kzulo será realizada no casarão do empresário Fued Homsi e a esposa Mouna Zac Zac. A residência fica na Rua Sete de Setembro, no Centro de Anápolis.

Casarão de Fued Homsi e Mouna Zac Zac. (Foto: Divulgação/Mostra Kzulo)

2– Apesar de ocorrer na casa Homsi, o evento abordará de forma geral a colonização árabe e cada ambiente fará homenagem a uma família diferente.

3– As obras para a mostra deverão ter início na primeira semana de maio e todo o estudo estrutural está sendo feito pelo empresário e engenheiro civil Rayckaff Pedro, da AHR Empreendimentos.

Rayckaff Pedro com a equipe da AHR Empreendimento. (Foto: Divulgação / Mostra Kzulo)

4– Segundo a diretora do projeto, Josiane Pereira, esta deverá ser a casa que dará menos trabalho desde a primeira edição da Mostra Kzulo, pois mesmo há tantos anos de portas fechadas, é muito conservada e tem detalhes árabes impressionantes.

5– O lançamento oficial da edição ocorreu nesta quinta-feira (21), na própria casa da família Homsi e Zac Zac. Na ocasião, um café da manhã e lanche da tarde foi servido para quem quisesse olhar o local antes das obras.

(Foto: Divulgação / Mostra Kzulo)

6– Por se tratar de um imóvel de dois andares, a AHR Empreendimentos está estudando o melhor local da casa para a implantação de um elevador. A intenção é que pessoas com problemas de mobilidade também possam conhecer o espaço.

7– Contando com a fachada, a Mostra Kzulo terá um total de 18 ambientes.

8– O casarão, apesar de contar com lustres e móveis bem antigos, tem uma confortável e moderna área de lazer, com churrasqueira e piscina.

(Foto: Divulgação / Mostra Kzulo)

9– Os proprietários da casa marcaram a história da cidade. Enquanto Fued era proprietário da tradicional Armarinhos Brasil Central, a esposa foi representante da Sociedade Árabe Beneficente de Anápolis.

10– Após a morte do casal, a residência foi deixada para o filho Afif Homsi. Ele é formado em biomedicina, mas trabalha atualmente na área industrial de plástico.

11– Mesmo faltando pouco mais de um mês para o início das obras, os profissionais da Mostra Kzulo já estão na casa e ficarão todos os dias à disposição dos profissionais que ainda queiram integrar na equipe.

Equipe da Mostra Kzulo. (Foto: Divulgação / Mostra Kzulo)

12– Como existe a possibilidade de trabalho em conjunto, mais de 20 arquitetos já integram a equipe responsável pelo visual de cada espaço.

13– A Mostra Kzulo abrirá as portas para exposição no dia 21 de agosto, no entanto, a imprensa local e lojistas poderão conhecer todos os ambientes um dia antes.

14– Um dos ambientes da mostra será o Quarto Sheik, onde antigamente era o aposento do casal Fued e Mouna. O espaço é tão amplo que que conta com uma varanda, uma suíte (com armários, espelhos, chuveiro e até banheira) e um cômodo vago onde seria um closet.

Suíte do quarto do casal Fued e Mouna. (Foto: Rafaella Soares)

15– A direção da Mostra Kzulo já pensava em trabalhar com o tema árabe, mas somente após realizar o evento nas casas do ex-prefeito Anapolino de Faria e o ilustre Tonico de Pina que foi possível contatar um parente da família Homsi, que cedeu então a casa.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.