Lista dos colégios estaduais que aderiram à greve da Educação em Anápolis

Entre as reivindicações dos profissionais estão a conclusão do pagamento de dezembro, de março e o auxílio alimentação retroativo a fevereiro

Da Redação Da Redação -

Um total de oito colégios estaduais, instalados em Anápolis, estão paralisados. E o movimento grevista, que começou oficialmente nesta quarta-feira (03), deve crescer ainda mais nos próximos dias.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintego), as principais reivindicações dos profissionais são a conclusão do pagamento de dezembro/2018, de março/2019 e o auxílio alimentação retroativo a fevereiro.

“O Governo [de Goiás] precisa cumprir com os compromissos firmados com a Educação, nós não podemos ser tratados dessa forma, merecemos respeito”, afirmou em nota Bia de Lima, presidente da entidade.

Outras cinco unidades já sinalizaram que vão aderir à greve. O Sintego marcou uma nova assembleia geral para a próxima segunda-feira (08), com intuito de avaliar os avanços no período paredista e definir os próximos passos do movimento.

Unidades paralisadas:

  1. Colégio Estadual José Ludovico de Almeida (Vila Brasil)
  2. Colégio Estadual Waldemar de Paula Cavalcanti (Bandeiras)
  3. Colégio Estadual Durval Nunes da Mata (Vila João Luiz de Oliveira)
  4. Colégio Estadual Herta Layser Odwyer (Jardim Progresso)
  5. Colégio Estadual Padre Fernando Gomes de Melo (Vila Formosa)
  6. Colégio Estadual Professor Faustino (Centro)
  7. Colégio Estadual Américo Borges de Carvalho (Jardim Goiano)
  8. Colégio Estadual Helena Nasser (Jardim Tesouro)

Unidades que paralisam nesta quinta-feira (04):

  1. Colégio Estadual Polivalente Frei João Batista (Maracanã)
  2. Colégio Estadual Jad Salomão (Vila São Jorge)
  3. Colégio Estadual Professor Heli Alves Ferreira (Jundiaí)

Unidade que paralisa nesta sexta-feira (05):

  1. Colégio Estadual Rotary Donana (Vila Santa Maria de Nazareth)

Unidade que paralisa nesta segunda-feira (08):

  1. Colégio Estadual Virgínio Santillo (Maracanã)

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.