Portal 6

Plano de adolescente contra escola incluía massacre e incêndio em Goiás

(Foto: Reprodução)

Registros encontrados na casa dele detalhavam como seria feito o ataque

Após sequências de ameaças, por meio das redes sociais, contra servidores e colegas do Colégio Estadual Alfredo Nasser, em Uruaçu, município da região Norte de Goiás, um adolescente foi apreendido nesta terça-feira (17).

Segundo o jornal O Popular, o estudante também teria faltado aula e preocupado a comunidade escolar – que denunciou o caso à Polícia Militar.

“[Ele] agiu de forma fria e como se os fatos fossem normais”, informou a corporação. “[E] disse que realmente iria fazer o massacre”, completou.

O plano do adolescente contava com duas espingardas e uma pistola calibre 38. Todo o arsenal pertenceria ao pai do garoto e contava ainda com o total de 180 balas.

Registros em papéis, encontrados na casa do estudante, detalhavam que ele entraria armado no colégio e atacaria, primeiramente, nas cabeças  dos funcionários e, logo depois, nas dos alunos.

Utilização de facas não era descartado e uso de coquetéis motolov estavam previstos para serem manuseados para provocar incêndio.

O garoto, no entanto, de acordo com os militares, tinha dúvidas se entraria em confronto policial ou cometeria suicídio após cometer o massacre no colégio em que estudava.

Surpreso, o pai dele afirmou à Polícia Militar desconhecer essas intenções do filho no ambiente escolar. O homem também acabou sendo preso e terá de responder por porte ilegal de armas.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.