PublicidadePublicidade

Bares poderão ter de implantar medidas para evitar assédio e violência em Anápolis

Iniciativa também inclui restaurantes, casas noturnas e outros estabelecimentos similares

Rafaella Soares -

Tramita na Câmara Municipal um projeto de lei que quer obrigar todos os bares, restaurantes, casas noturnas e estabelecimentos similares a adotarem medidas que previnam e auxiliem mulheres em situação de assédio ou violência.

“É cada vez mais comum a inscrição de homens e mulheres em sites e aplicativos de relacionamento. Nesses encontros crescem os riscos relacionados à segurança, em especial à segurança da mulher, que muitas vezes é vítima de abusos físicos, psicológicos ou sexuais durante o próprio encontro”, justifica a autora, vereadora Thais Souza (PSL).

Se aprovado, os proprietários dos estabelecimentos terão de oferecer treinamentos aos funcionários, espaços reservados à vítima até a chegada das autoridades e acompanhar a mulher até seu meio de transporte.

PublicidadePublicidade

Também será necessário fixar cartazes em banheiros femininos ou em locais visíveis com a frase: “Este estabelecimento conta com treinamento para auxílio a mulheres em situação de assédio e violência, fale conosco”.

“O presente projeto de lei tem por objetivo auxiliar as mulheres na busca por ajuda junto aos estabelecimentos comerciais, evitando-se desta forma o constrangimento e a violência”, ressaltou a parlamentar.

Veja a matéria na íntegra.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade