Portal 6

Casal vai chorar sempre a perda da netinha recém-nascida no interior de Goiás

Caso já se prolongava há anos e Justiça enfim tomou uma decisão

A Justiça de Goiás concedeu perdão judicial a um casal que perdeu a neta recém-nascida em um grave acidente de trânsito no ano de 2010, na GO-320, em Iporá, a 285 km de Anápolis.

Consta na decisão do juiz Wander Soares Fonseca que Lindomar de Moraes Alves dirigia uma moto e estava com a esposa Maria de Lourdes Souza dos Santos e a netinha de três meses na garupa.

Os três voltavam de uma fazenda e um automóvel os ultrapassou na rodovia e levantou poeira. Como estava com a viseira do capacete levantada, Lindomar teve a visão comprometida e não viu que havia um buraco na estrada.

Na ocasião, o homem perdeu a direção da moto, fazendo com que Maria de Lourdes caísse junto com a bebezinha, que não resistiu.

Apesar das imprudências constatadas no caso, como transportar a recém-nascida na moto e não abaixar a viseira do capacete, o magistrado definiu que a dor da morte já era punição suficiente para o casal.

“As consequências da infração atingiram os próprios agentes de forma tão grave que a sanção penal se torne desnecessária”, afirmou.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.