PublicidadePublicidade

Trabalhador foi brutalmente espancado enquanto saía de Anápolis, na BR-060

Caso foi registrado na Polícia Civil e vítima precisou ser socorrida às pressas

Da Redação -

A Polícia Civil deve iniciar ainda nesta segunda-feira (02) as investigações sobre o caso do técnico em manutenção de 43 anos que foi espancado em uma briga de trânsito, enquanto viajava de Anápolis para Goiânia, na BR-060.

Segundo Kaio Xavier, um dos quatro filhos da vítima e que testemunhou a agressão de outro carro, Weides Xavier Afonso dirigia um Corsa e foi fechado por um Volkswagen Fox.

“O rapaz foi para cortar meu pai também e fechou ele, sem dar opção para ele sair. Até jogou ele no guard rail (defensa metálica), fazendo com que parasse. Ele[o pai] desceu do carro, eu vi tudo pelo retrovisor. Na hora, encostei e vi quando o homem agrediu meu pai e entrou dentro do carro”, contou em entrevista ao G1.

Após o agressor fugir, Weides precisou ser socorrido às pressas e agora está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde já teve de passar por uma cirurgia.

Aos prantos, a esposa da vítima, Alessandra Alves, se apega à esperança de que as câmeras de segurança da rodovia ajudem os policiais a identificarem o motorista.

“A pancada que ele deu na cabeça do meu marido deu várias fraturas na cabeça dele. Peço para vocês me ajudarem a encontrar o agressor porque ele tem que responder pelo que ele fez com meu marido, porque o que ele fez foi muito grave”.

Um vigilante, que também presenciou todo o crime e prefere não ser identificado, acredita que o motorista deve praticar alguma arte marcial. Além disso, ele seria moreno, alto, careca, com cavanhaque e estaria acompanhando de uma mulher e uma criança.

“Foi tudo muito rápido, muito instantâneo. Foi quando o rapaz do Fox branco desferiu um soco na cara do rapaz do Corsa. A base que ele fez foi base de luta, cara lutador. É uma barbaridade né”, disse.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade