Portal 6

Fechamento da montadora em Anápolis não está em discussão, afirma CAOA

(Foto: Divulgação)

Empresa também apresenta justificativa para as férias coletivas previstas para ocorrer ainda este ano

A possível revisão da política de incentivos fiscais para grandes empresas em Goiás voltou a gerar tensões.

Falas e posições de sindicatos trabalhistas e patronais, além de políticos com e sem mandato, aquecem o noticiário local, que repecute os impactos que esta medida poderia provocar no curto prazo na economia do estado.

Em Anápolis, a CAOA, que emprega 1,5 mil colaboradores, pode ser uma das mais afetadas e, por isso mesmo, teme-se a paralisação da produção dos veículos Hyundai e Chery na cidade.

Em contato com a reportagem do Portal 6 na manhã desta terça-feira (22), a assessoria de comunicação da empresa sustenta que o encerramento das operações em Anápolis não está em discussão no âmbito interno.

Já as férias coletivas previstas para este fim de ano, procedimento comum em grandes fábricas, servirão para a CAOA confeccionar um inventário e modernizar o Sistema de Controle de Produção (ERP) da montadora em Anápolis.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.