PublicidadePublicidade

Após furtar blusa cara na Renner, mulher surpreende com justificativa

Ela foi levada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, mas foi apenas ouvida e liberada

Da Redação Da Redação -
Atualizada às 13h21 com posicionamento da delegada plantonista Emilli Bailoni

Um episódio um tanto quanto curioso ocorreu nas Lojas Renner, localizada em um centro comercial da região Central de Anápolis, nesta segunda-feira (16).

Uma segurança do estabelecimento, atenta às câmeras de monitoramento interno, abordou uma senhora de 55 anos quando ela deixava o local e pediu que a acompanhasse à uma sala reservada para aguardar a Polícia Militar.

Quando a guarnição chegou, foi pedido que ela abrisse a bolsa e lá estava uma blusa de R$ 139,90 que a mulher havia escondido para não pagar.

Silane Balestra de Pina, muito constrangida, confessou o furto e justificou o ato alegando para os policiais que estava com depressão.

Silane foi levada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, mas foi apenas ouvida e liberada.

Em conversa com a reportagem do Portal 6, a delegada Emilli Bailoni explicou que o 1º DP investigará melhor o caso e que não aututou a mulher porque ela não tinha antecedentes criminais e porque considerou o objeto furtado como sendo de pequeno valor.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade