Portal 6

Para preservar meio ambiente, O Boticário recicla embalagens e não faz testes em animais

(Foto: Divulgação)

Novo lançamento da marca tem novidade especial e todas as mais de 3.700 lojas estão preparadas para receber frascos pós-consumo

Criada em Curitiba, no Paraná, e contando com 42 anos de tradição em 1.750 cidades brasileiras, O Boticário vem se tornando cada vez mais uma referência de empresa que se importa com a sustentabilidade.

Recentemente, a marca decidiu ampliar o portfólio floral com uma nova versão do famoso Floratta, batizado oficialmente como Floratta Love Flower, e trouxe uma novidade tão boa quanto a flagrância.

É que as tampas dos frascos são produzidas a partir de SURLYN™ reciclado,  uma matéria-prima que tem grande complexidade e não era viável para ser usada na área cosmética até pouco tempo.

(Foto: Divulgação)

Para isso, O Boticário desenvolveu um processo inédito na América Latina para a reciclagem de tampas de perfumaria produzidas com a resina e agora começa a utilizar o material reaproveitado nas novas embalagens.

“O desenvolvimento dessa tecnologia causa pouco impacto na coloração das novas tampas, resultando em um acabamento muito próximo ao da resina original. Assim, podemos usá-la sem nenhuma perda de qualidade e sofisticação na embalagem”, explica o gerente de perfumaria Diego Costa.

E não são só as tampas que são reaproveitadas. Por meio de um programa de logística reversa – o maior do país em pontos de coleta – O Boticário ainda recolhe e destina para reciclagem as embalagens pós-consumo.

Todas as mais de 3.700 lojas da marca estão preparadas para receber e direcionar o resíduo e esse comprometimento em preservar o meio ambiente também alcança diretamente aos animais, uma vez que nenhum teste é realizado nos bichinhos.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.