Portal 6

Caiado anuncia rompimento com Bolsonaro após pronunciamento do presidente na TV

“Fui aliado de primeira hora, durante todo o tempo, mas não posso admitir que venha agora um presidente lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um eventual colapso”, disse o governador

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), evocou o fato de ser médico para rebater as críticas que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), fez em cadeia nacional de rádio e TV contra as medidas de restrição e isolamento de pessoas promovidas em estados e municípios para impedir o avanço do novo coronavírus no país.

“Conversei longamente com minha consciência. Será que o mundo todo está errado, a comunidade científica inteira? Tomo decisões médicas. Me causa indignação”, disse o democrata, em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (25), no Palácio Pedro Ludovico, em Goiânia.

“Fui aliado de primeira hora, durante todo o tempo, mas não posso admitir que venha agora um presidente lavar as mãos e responsabilizar outras pessoas por um eventual colapso. Dizer que isso é um resfriadinho, uma gripezinha? Ninguém definiu melhor que Obama: na política e na vida, a ignorância não é uma virtude”, afirmou o governador.

Jair Bolsonaro ainda não se pronunciou sobre as palavras de Ronaldo Caiado.

Em videoconferência, Dória diz a Bolsonaro que ele deve dar exemplo contra o coronavírus

Quer comentar?

Comentários