PublicidadePublicidade

Covid-19 leva ao afastamento de 21 funcionários de terceirizada que atua no DAIA

Todos eles já foram devidamente testados e os casos confirmados são monitorados pela Vigilância Epidemiológica

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

A Brainfarma, indústria farmacêutica instalada no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), confirmou na noite desta segunda-feira (11) ao Portal 6 que 21 funcionários da Rio Verde, empresa que presta serviço para expansão da fábrica da empresa, foram afastados.

A medida foi tomada após confirmação de casos de Covid-19 entre os tralhadores da prestadora de serviço. Segundo a Brainfarma, todos esses 21 funcionários da Rio Verde já foram devidamente testados.

Ainda, de acordo com a Brainfarma, cinco deles tiveram diagnóstico laboratorial confirmado para Covid-19 e são monitorados pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

A Brainfarma também esclareceu ao Portal 6 que os funcionários da obra de expansão não têm nenhum contato com os colaboradores da operação normal da indústria.

Isso significa que a Brainfarma, que desenvolve atividade essencial para o fornecimento de medicamentos, segue funcionando normalmente.

Desde abril, a empresa reforçou medidas de saúde e segurança na fábrica do DAIA.

A medição de temperatura com termômetros infravermelho, o uso obrigatório de máscaras de proteção, higienização das mãos com álcool gel, além de atendimento a regras de distanciamento entre pessoas na unidade estão entre elas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade