PublicidadePublicidade

Pirenópolis já tem data para reabrir pousadas, bares e restaurantes em agosto

Cidade turística vizinha a Anápolis estava em lockdown havia quase cinco meses por causa da pandemia

Rafaella Soares Rafaella Soares -

Uma das cidades turísticas mais procuradas pela população de Anápolis nos feriados, férias e finais de semana, Pirenópolis voltará a receber turistas depois de quase cinco meses fechada devido à pandemia do novo coronavírus.

Decreto publicado pelo prefeito João Batista Cabral (DEM), no último dia 31 de julho, permite a reabertura de pousadas, casas de aluguel, camping, albergues, agências de viagens e eventos atrativos, a partir do dia 14 de agosto.

No caso das hospedagens, os estabelecimentos poderão funcionar com 65% da capacidade. Para demais atividades, a lotação máxima é de 50%.

PublicidadePublicidade

Só poderão retornar às atividades econômicas os locais que cumprirem uma série de regras já estabelecidas pelo município, como higienizar constantemente os espaços e obter um atestado de conformidade aprovado e emitido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Bares e restaurantes

O documento permite que bares, restaurantes e lanchonetes tenham permissão para funcionar todos os dias da semana até às 00h.

Outros segmentos de comércio manterão o horário de expediente das 07h às 20h, de segundo aos sábados, e até às 12h, aos domingos.

Todos os estabelecimentos também precisarão ter um termômetro infravermelho para aferir a temperatura corporal dos colaboradores, fornecedores e clientes.

A multa para a desobediência das normas impostas é de R$ 10 mil, podendo dobrar em caso de reincidência e resultar na perda do alvará de funcionamento.

Outras regras

  • Todos devem usar máscara para entrar nos estabelecimentos. O objeto de proteção só poderá ser retirado para comer ou beber. No caso de atrativos naturais, a retirada da máscara só para banho, não sendo permitido colocá-la sobre a mesa, balcão ou qualquer superfície;
  • O ingresso de pessoas de outras cidades somente poderá acontecer mediante comprovação de reserva de hospedagem e/ou de entrada nos atrativos e restaurantes;
  • Clientes que apresentarem sintomas gripais durante a medição da temperatura não poderão entrar nos estabelecimentos e deverão ser orientados a voltar para casa ou procurar ajuda médica;
  • Se funcionários, proprietários ou gerentes de um estabelecimento apresentar sintomas gripais na entrada ao serviço, deverá ser dispensado de imediato para procurar atendimento médico;
  • Se algum colaborador testar positivo para a Covid-19, tem direito a ser afastado do trabalho por 14 dias e o estabelecimento precisará fechar para uma higienização;
  • Fica proibido a realização de eventos e comemorações de qualquer segmento, incluindo religiosos, enquanto durar a pandemia;
  • A flexibilização poderá ser revogada a qualquer momento se a taxa de ocupação de leitos na cidade e no estado alcançar 95%.
  • Se houver descumprimento das medidas, será aplicado multa de R$ 1 mil por pessoa;
  • Será entendido por “aglomeração”, qualquer reunião de três ou mais pessoas, sem a distância mínima de 2 metros.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade