PublicidadePublicidade

Sem distanciamento social, clientes se arriscam em aglomeração na porta de loja de R$ 2 em Anápolis

Digitais influencers da cidade incentivaram tumulto, afirmando que produtos iriam esgotar rápido. Loja se pronunciou sobre o episódio

Rafaella Soares -

Quem passou pela Rua Sete de Setembro, uma das mais estreitas do Centro de Anápolis, no início da manhã desta segunda-feira (24), foi surpreendido com uma cena perigosa em tempos de pandemia: várias pessoas estavam aglomeradas na porta de uma loja antes mesmo dela abrir.

É que o estabelecimento, conhecido como Só Dois e que comercializa itens domésticos e de outras variedades por apenas R$ 2, recebeu várias mercadorias.

As novidades foram amplamente divulgadas por digitais influencers na cidade, que alertaram que os clientes tinham que se apressar porque os produtos iriam esgotar muito rápido.

A situação, no entanto, acabou saindo do controle. Uma cliente, que não terá a identidade revelada, contou ao Portal 6 que às 06h30 já haviam pessoas esperando para comprar.

“A fila chegando até na Avenida Goiás. Toda vez que chega mercadoria fazem a mesma coisa e não oferecerem nenhum planejamento. Chegaram a colocar fita no chão de 40cm de distância, mas na porta continua aglomerando”, relatou.

“Teve até briga dentro da loja por causa de mercadoria. Isso é uma falta de respeito com a população, principalmente em tempos de pandemia”, acrescentou.

(Foto: Reprodução)

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar, que afirmou não ter recebido nenhuma denúncia de confusão ou aglomeração no local.

A Só Dois também foi procurada pelo Portal 6. De acordo com o proprietário, Matheus Melo, a Vigilância Sanitária esteve no estabelecimento e liberou o funcionamento porque tudo está como o ordenado.

Todo o problema, segundo ele, aconteceu do lado de fora da loja, porque muitos clientes não quiseram respeitar as normas de distanciamento social.

Veja na íntegra o posicionamento da Só Dois

“Realmente teve esse problema fora da loja. Dentro da loja está tudo conforme a orientação da Vigilância Sanitária. Só entra somente 25 clientes por vez. Estamos funcionando, os fiscais fizeram uma visita e estamos tomando todas as medidas necessárias, como limpeza de cestos, álcool em gel na porta e um funcionário medindo a temperatura dos clientes que entram na loja. Estamos tomando todas as medidas até na porta, seguindo orientação de 25 clientes, porém o pessoal não está respeitando essa medida e não conseguimos controlar as pessoas. Estamos fazendo o possível. A vigilância esteve na loja e não fechou porque estamos trabalhando conforme mandam. Todos nossos funcionários fizeram teste para Covid-19 e estão liberados pra trabalhar. Fizemos a desinfecção da loja tudo conforme a Vigilância pede.”

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade