PublicidadePublicidade

Vera, a dedicada técnica em enfermagem de Anápolis que não resistiu aos sintomas da Covid-19

Reconhecida pelo trabalho na Santa Casa, ela estava na linha de frente da doença e precisou de internação no último mês. Família ainda não recebeu resultado do teste

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

Mãe, avó e uma excelente técnica em enfermagem, Vera Lúcia Felipe Ferreira morreu na última quinta-feira (03), aos 52 anos, com suspeita de Covid-19.

Profissional dedicada, ela trabalhava na Santa Casa de Misericórdia de Anápolis e desde o início da pandemia estava na linha de frente da doença.

Ajudou a salvar muitas vidas e a trazer ao mundo outras tantas. Sempre com muito amor e humanidade. Era reconhecida e admirada por isso.

PublicidadePublicidade

Foi no dia 22 de agosto que Vera começou a sentir os primeiros sintomas. Realizou tomografia e, devido ao quadro de saúde, precisou dar entrada no Centro de Internação Norma Pizzari Gonçalves, em 26 de agosto.

Nesse período, várias orações foram realizadas. Mulher de fé, Vera ainda atuava como diaconiza na igreja Hebrom Church e assim como na Santa Casa também era muito zelosa.

“Quando pessoal do som deixava os fios pelo meio ela sempre chamava atenção para deixar tudo na mais perfeita organização para o Senhor”, recordou a instituição religiosa em nota de pesar.

Para a família e amigos, ficam as boas lembranças e a certeza de que Vera deu o melhor em tudo que se propôs a fazer. Eles ainda aguardam a entrega do teste realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade