PublicidadePublicidade

“Todo mundo se esfregando como se o vírus tivesse acabado”, diz delegado ao encontrar Anápolis lotada na madrugada

Homem que já perdeu amiga também foi flagrado cometendo crime e teve ser preso pelas equipes policiais

Da Redação Da Redação -

Realizada nas madrugadas de sexta-feira (11) e deste sábado (12), a operação Direção Consciente flagrou 33 motoristas embriagados e realizou cinco prisões em flagrantes pelas ruas de Anápolis.

Apesar de a estatística ser mais baixa que o comum, segundo o delegado Manoel Vanderic, a ação dos policiais da Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito (DICT) encontrou muitas situações caóticas.

“O número foi menor porque a gente resolveu ir para bairros mais distantes, mas teve situações muitas complicadas. Motorista dando trabalho, que se debateu, que agrediu policial. Teve situações que tornaram a formalização das prisões mais complicadas e demoradas”.

PublicidadePublicidade

Um dos casos que mais chamaram atenção nesta noite é de um homem que já foi alvo de um condutor bêbado e agora também foi visto dirigindo alcoolizado.

“Há dois anos ele estava em uma mesa de bar quando o motorista invadiu o bar e matou a amiga dele. Ele se feriu também. Foi vítima dessa prática e preso dirigindo bêbado, drogado e sem CNH. Completamente fora de si”, relatou Vanderic.

Outro fato que chocou os policiais ao longo da operação foi o número de pessoas sem máscaras se aglomerando nos bares e restaurantes de Anápolis.

“A cidade toda estava lotada. Todo mundo sem máscara. Todo mundo se esfregando como se o vírus tivesse acabado. É muito revoltante porque estamos vendo muitos perdendo a vida. Os abrigos contaminados com idosos morrendo e as pessoas se divertindo. É chocante a frieza com o sofrimento do outro”, afirmou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade