PublicidadePublicidade

“Não faltam recursos para a prefeitura”, afirma Márcio Corrêa, o candidato do MDB para suceder Roberto Naves

"O que falta é uma gestão municipal eficiente, moderna e presente na vida e no cotidiano da população anapolina", disse em entrevista ao Portal 6

Caio Henrique Caio Henrique -

Márcio Corrêa (MDB) e Brigadeiro Bragança (Republicanos) oficializaram, nesta quarta-feira (16), a aliança que irá concorrer para os cargos de prefeito e vice-prefeito, respectivamente, de Anápolis.

A decisão foi anunciada em convenção do partido Republicanos, onde o ex-comandante da Ala 2 confirmou a desistência da candidatura própria para prefeito e se apresentou como o novo vice da chapa liderada por Márcio.

Nas redes sociais, o candidato à gestão municipal revelou a parceria com “satisfação e senso de responsabilidade”.

PublicidadePublicidade

Em entrevista ao Portal 6, Márcio destacou que o projeto busca resgatar o protagonismo de Anápolis em Goiás e que a principal missão é atender as principais demandas da população.

“Uma saúde pública municipal maior e melhor, uma educação pública eficiente e inclusiva, uma política efetiva de desenvolvimento econômico para Anápolis e também uma política social e cultural que não seja executada apenas por ações pontuais, mas que seja efetiva e eficiente”, pontuou.

O postulante ressaltou que a aposta da chapa para estas eleições será o plano de governo que está sendo desenvolvido.

“Não faltam recursos para a prefeitura, que tem um orçamento estimado de R$ 1,6 bilhão para 2021. O que falta é uma gestão municipal eficiente, moderna e presente na vida e no cotidiano da população anapolina a partir do dia 1º de janeiro do próximo ano”, disse.

Ele também afirmou que, caso eleito, não irá esperar para entregar resultados, mesmo em um possível caso de recebimento do Centro Administrativo com dívidas.

“Teremos um time de pessoas qualificadas e capacitadas de Anápolis, para já nas primeiras semanas de gestão entregarmos resultados nas áreas da saúde, da educação, do desenvolvimento econômico e realizarmos ações rápidas que visem melhorias imediatas no trânsito e no transporte público do município”, explicou.

Outro tópico discutido por Márcio foi a confirmação pontual de Antônio Gomide como o candidato do PT para as eleições municipais.

“Os dois (Antônio Gomide e Roberto Naves) são exemplos claros de que não existem favoritos para a campanha de prefeito em Anápolis. Ambos foram eleitos prefeito da cidade começando a campanha com pouca intenção de votos nas pesquisas eleitorais.”

“A nossa campanha não ficará criticando A ou B. Não vamos dialogar com os anapolinos olhando pelo retrovisor. A nossa proposta será fazer Anápolis decolar para chegar no lugar que sempre foi predestinada: de ser a melhor cidade em Goiás”, finalizou.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade