PublicidadePublicidade

Advogado dá em cima de adolescente e pai aciona a polícia, em Anápolis

Na delegacia, profissional alegou pensar que a garota de 14 anos já era maior de idade

Da Redação Da Redação -
(Foto: Gabriella Lícia)

A Polícia Militar foi acionada para resolver uma situação complicada, nesta quarta-feira (18), em um pet shop localizado nas proximidades de um CAIS, na região Sudoeste de Anápolis.

É que o proprietário precisou pedir ajuda depois que a filha dele, de 14 anos, que também atua no estabelecimento, contou estar sendo assediada por um cliente.

Assim que a equipe chegou no local, a garota relatou que estava perto de sair para almoçar quando um advogado, identificado como Leandro Augusto Portes, de 39 anos, entrou no pet shop e começou a puxar a assunto.

PublicidadePublicidade

Durante a conversa, o profissional teria dito que não estava lá para comprar nada, pois queria apenas pedir o número do telefone dela e dizer que era muito bonita e atraente.

A adolescente afirmou ter anotado o telefone com constrangimento e que, a partir daí, o advogado começou a persegui-la dentro da loja.

Quando o pai chegou para assumir o turno, a filha de imediato contou o que estava acontecendo. Leandro ainda estava dentro do pet shop, mas teria saído correndo quando o proprietário tentou conversar com ele.

Depois de ser identificado pelos policiais, o profissional disse que não foi indelicado com a adolescente e pensou que ela fosse maior de idade.

O caso precisou ser encaminhado para a Central de Flagrantes e o advogado, que é de Silvânia, deverá responder por constrangimento ilegal.

A reportagem do Portal 6 tentou contato com Leandro por telefone para comentar o episódio, mas não obteve sucesso. O espaço segue aberto caso ele queira se pronunciar.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade