PublicidadePublicidade

Regada a drogas, bebidas e menores, festa clandestina para 800 pessoas é encerrada em Anápolis

Vídeos mostram a situação do local e atuação da PM e da Vigilância Sanitária. Dois homens foram presos

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Divulgação/PM e Vigilância Sanitária)

Uma festa clandestina, que reuniria 800 pessoas em uma chácara, no Loteamento Guanabara, às margens da BR-153, em Anápolis, foi encerrada na madrugada deste domingo (06) pelas equipes da Polícia Militar (PM) e da Vigilância Sanitária.

Segundo a Força-Tarefa, somente metade desta quantidade chegou a comparecer de fato porque os demais foram dispersados pelo caminho. Os presentes estavam aglomerados e sem máscara, ou seja, contrariando as normas para evitar a propagação do novo coronavírus.

Além disso, havia som alto, venda e consumo de bebidas e drogas, inclusive para menores de idade. Os frequentadores foram revistados e dois homens, de 49 e 31 anos, acabaram presos. Uma arma, fracos de loló, porções de cocaína e outras substâncias foram apreendidas.

PublicidadePublicidade

Um jovem, horas antes da festa clandestina, publicou no Twitter que duvidava que a PM teria efetivo suficiente para barrar o evento. Teve, no entanto, que voltar depois à rede social para dizer que estava errado. “Ziquei o rolê galera, tem sim”, lamentou.

Gerente municipal da Vigilância Sanitária, Gúbio Dias Pereira, lembra que, apesar da desaceleração no aumento de casos e internações em Anápolis, a pandemia ainda não acabou. “Qualquer tipo de aglomeração que esteja em desacordo com os protocolos de saúde e sem alvará de funcionamento será impedida”, avisou.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade