PublicidadePublicidade

Magrão é preso por fazer ameaças usando o nome do delegado Manoel Vanderic

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

O ‘ativista’ do meio ambiente Emival Gonçalves Ferreira, de 50 anos, conhecido pela alcunha de Magrão, foi preso nesta quinta-feira (10) pela Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso (DEAI) de Anápolis.

Desde domingo (06), ele estava exigindo R$ 30 mil de um proprietário rural para que não levasse um suposto caso de maus tratos contra idoso para Manoel Vanderic, titular da delegacia.

Magrão disse ainda que se fizesse a denúncia o homem teria problemas com a Justiça nas esferas penal, cível e trabalhista.

PublicidadePublicidade

Segundo a Polícia Civil (PC), o produtor rural registrou as ameaças e compartilhou todas as informações sobre a extorsão com a corporação.

A prisão ocorreu em flagrante na zona rural, onde o pagamento deveria ser efetivado. Um comparsa dele, já identificado, também será indiciado por extorsão.

Magrão é conhecido por intermediar denúncias de meio ambiente junto aos órgãos públicos. O mesmo se identifica por fiscal autônomo, mas nesse caso em específico disse que era fiscal da Prefeitura de Anápolis.

A PC solicita que outras vítimas que tenham recebido cobranças desta natureza apresentem-se na sede da DEAI para instrução do procedimento investigatório. O endereço é Rua 07 esquina com a Rua 14, s/n, JK Nova Capital.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade