PublicidadePublicidade

As consequências para digital influencer que tentou viajar com filha sem máscara em avião

Desobediência partiu da própria criança e descumprimento culminou na expulsão de ambas da aeronave

Avatar Gabriella Licia -

Eliz Orban, digital influencer norte-americana, de 26 anos, vivenciou uma desavença com a companhia aérea United Airlines, neste final de semana. Se sentindo humilhada, ela gravou e divulgou um vídeo nas redes sociais que tem dado o que falar entre os internautas.

A família da bodybuilder planejava passar alguns dias de descanso em Jersey, cidade de Nova Jérsey, para descansar. Para eles, se tornou um costume irem contemplar a árvore Rockfeller todos os anos

“É uma tradição que também queríamos que nossa filha experimentasse. Ficamos muito animados com esta viagem”, afirmou Eliz nas redes sociais.

PublicidadePublicidade

Todo o problema problema começou assim que entraram no avião. A filha de Eliz Orban, de apenas dois anos, se recusou a colocar a máscara no rosto e o comissário solicitou que fosse posta imediatamente.

O pai da garotinha, esposo de influencer, ainda tentou segurar o objeto na face da filha, mas ela estava muito impaciente.

Por isso, o comissário ordenou que toda a família descesse da aeronave para evitar maiores tumultos.

Humilhada com a situação, a mulher desceu do avião com o marido e filha, mas não se conformou com o vexame. Ainda no aeroporto, e aos prantos, ela gravou o vídeo contando do ocorrido e indignada com o posicionamento da empresa.

Por se tratar de uma criança de dois anos, ela confessa no desabafo o que mais a impressionou.

“E o que me surpreende ainda mais é que a OMS não recomenda o uso de máscaras faciais para menores de cinco anos. E esta decisão foi ‘baseada na opinião de especialistas sobre marcos de desenvolvimento da infância, desafios com a conformidade com a máscara e a autonomia necessária para usar uma máscara adequadamente'”

Assista o vídeo:

A companhia ainda determinou que a família de Eliz está proibida de viajar nos próximos dias pela United.

Direito à resposta

“A saúde e a segurança de nossos funcionários e clientes é nossa maior prioridade, e é por isso que temos um conjunto de políticas, incluindo a obrigatoriedade de que todos a bordo de dois anos ou mais usem uma máscara”, afirmou a United Airlines ao Washington Examiner, via e-mail.

“Esses procedimentos não são apenas respaldados pela orientação do CDC e de nossos parceiros na Cleveland Clinic, mas também são consistentes em todas as grandes companhias aéreas”, acrescentou.

“Estamos investigando este incidente específico e entramos em contato com a família. Nós também reembolsamos suas passagens, devolvemos sua cadeirinha e estamos no processo de devolução de suas malas”, finalizou.

Revolta

Políticos, jornalistas e anônimos se manifestaram sobre o caso, mostrando indignação com o exagero do profissional que expulsou a família do avião.

“Em que universo isso faz algum sentido? Uma criança de 2 anos? Assista esse video. Isso não está mantendo ninguém seguro. É simplesmente arbitrário e sem sentido. E irritante”, escreveu o senador Ted Cruz.

“Isso é inacreditável e irritante”, twittou também a jornalista Megyn Kelly.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade