PublicidadePublicidade

Machucada, jovem de Anápolis pede ajuda para PM após ter o filhinho levado de casa

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

Uma jovem moradora do Residencial Portal do Cerrado, na região Nordeste de Anápolis, denunciou ter vivido momentos aterrorizantes na noite desta sexta-feira (15).

Acionada, a equipe da Polícia Militar foi até o endereço e encontrou a moça na porta de casa, com marcas de violência no corpo. Ela contou que havia sido agredida pelo ex-companheiro, de 29 anos, depois que tiveram um desentendimento.

Segundo a vítima, tudo começou horas antes, quando o homem enviou uma mensagem afirmando que levaria uma pensão de R$ 1 mil para o filho dos dois, obtido através da venda de um carro.

PublicidadePublicidade

Assim que o ex chegou, também pediu para levar o garotinho para passar o final de semana com ele. A jovem não viu problemas no pedido e permitiu.

Depois de colocar a criança na cadeirinha, porém, o homem afirmou que não pagaria a pensão. A atual namorada dele, que estava junto, ainda teria dito que a mãe do menino nunca veria o dinheiro, porque estavam ostentando a quantia para outros fins.

Neste momento, a vítima tentou pegar o filho de volta, mas teria sido impedida, xingada com várias palavras de baixo calão, ameaçada e agredida com socos, pontapés, empurrões e enforcamento.

Aos policiais, a jovem contou que esse tipo de situação começou a acontecer depois que entrou na Justiça para um pedido de pensão alimentícia.

Depois da violência, o homem ainda foi embora e levou o garotinho junto. Por isso, decidiu pedir ajuda para pegar a criança de volta.

Na delegacia, uma medida protetiva de urgência foi solicitada, além de um exame de corpo de delito para comprovar as agressões. O caso foi registrado como injúria, ameaça e lesão corporal dolosa.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade