PublicidadePublicidade

O que já se sabe sobre queda de avião com jogadores e presidente do Palmas

Folhapress Folhapress -

Um avião com integrantes da equipe do Palmas Futebol e Regatas, time da Série D do Campeonato Brasileiro, caiu na manhã deste domingo (24) pouco depois de decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional-TO.

De acordo com a TV Anhanguera, afiliada da Globo, quatro jogadores (Lucas Praxedes, 23, Guilherme Noé, 28, Ranule, 27, e Marcus Molinari, 23), o presidente do clube, Lucas Meira, 32, e o piloto da aeronave, identificado como comandante Wagner, morreram no acidente. Não há sobreviventes.

O grupo estava a caminho de Goiânia, onde a equipe do Tocantins enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde, na segunda-feira (25).

PublicidadePublicidade

Adversário na partida, o Vila Nova expressou em nota “consternação e profunda tristeza” pelo ocorrido.

Já o Palmas divulgou comunicado sobre o acidente e disse que se pronunciará “em momento oportuno” para trazer mais informações.

Veja do Palmas Futebol e Regatas:

“O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes. Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar.”

O Vila Nova também emitiu uma nota de pesar, em que destaca que vai colaborar para o adiamento da partida:

“O Vila Nova Futebol Clube recebe com consternação e profunda tristeza a notícia sobre o acidente aéreo que vitimou fatalmente o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, quatro jogadores da equipe, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante da aeronave, Wagner.

Parte da delegação viajava para Goiânia, para a partida da Copa Verde nesta segunda-feira, 25, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, contra o Vila Nova, quando o grave acidente ocorreu com o avião de pequeno porte.

O Vila Nova deseja que todos os amigos e familiares das vítimas sejam consolados no colo do Pai neste momento de tamanha angústia e tristeza. O clube afirma, ainda, que corroborará com o adiamento da partida e fará homenagem aos ocupantes no jogo da próxima quinta-feira, 28, pelo Campeonato Goiano.”

Hugo Jorge Bravo, presidente do Vila Nova, também lamentou o acidente em seu perfil no Twitter, e afirmou que “não há clima pra jogo”.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade