PublicidadePublicidade

Paciente arma confusão na UPA da Vila Esperança e vai parar na delegacia

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

Um policial militar em serviço precisou acionar reforços depois de presenciar uma grande confusão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Esperança, em Anápolis, nesta terça-feira (02).

É que um paciente, de 29 anos, que foi levado até lá pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) após ingerir vários comprimidos, começou a bater na companheira, de 42 anos, na frente de todo mundo.

Quando as viaturas chegaram no local, souberam pela vítima que as agressões já haviam começado antes mesmo do socorro ser chamado para ele.

PublicidadePublicidade

É que depois que o rapaz ingeriu os medicamentos, a mulher percebeu que ele estava passando mal e tentou ajudar. Neste momento, ele teria a xingado, ameaçado de morte, agredido com uma faca e desferido vários socos.

Mesmo com a violência, a companheira viu que ele precisava receber atendimento médico e decidiu chamar o SAMU para ir até a residência socorrê-lo.

Da UPA, os envolvidos tiveram de ser levados até a Central de Flagrantes para prestar esclarecimentos. O caso foi registrado como injúria, ameaça e lesão corporal dolosa e será investigado pela Polícia Civil.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade