PublicidadePublicidade

WhatsApp lança nova funcionalidade e promessa é ser tão prática quanto o Pix

Opção começa a ser disponibilizada gradualmente nas próximas semanas a todos os usuários

Folhapress Folhapress -
(Foto: Reprodução)
PublicidadePublicidade

Após nove meses de negociação como BC (Banco Central), o WhastApp anuncia nesta terça-feira (4) um serviço de transferência bancária gratuita entre usuários no Brasil. Quase um ano após a tentativa frustrada de lançamento, o recurso estreia com a parceria de três dos cinco maiores bancos do país: Itaú, Bradesco e Banco do Brasil.

Não entraram na parceria Santander e Caixa Econômica Federal.

A opção começa a ser disponibilizada gradualmente nas próximas semanas. O Brasil é o segundo maior mercado do aplicativo de mensagens no mundo, com mais de 120 milhões de pessoas, perdendo apenas para a Índia, que tem 400 milhões.

PublicidadePublicidade

Usuários que tiverem cartões de débito, pré-pago ou combo das instituições Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi e Woop Sicredi, com as bandeiras Visa e Mastercard, poderão transacionar dinheiro pela plataforma. O processo é todo feito no aplicativo e não cobra taxas.

A operação das transações é feita pela Cielo. Cartões de crédito não são válidos.

Em junho do ano passado, o WhatsApp anunciou o serviço junto a uma opção de pagamentos para empresas. O Banco Central vetou os dois tipos de operação.

Na época, o sistema contava com as bandeiras Visa e Mastercard, a Cielo como operadora, e as instituições Banco do Brasil, Nubank e Sicredi.

Poucos dias depois, a Superintendência-Geral do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e o BC suspenderam o acordo entre a empresa e as instituições financeiras, alegando dúvidas sobre a natureza do serviço e solicitando esclarecimentos sobre o modelo de negócios.

Houve especulação no mercado de que o BC teria acatado uma reclamação dos grandes bancos privados sobre a solução e, ainda, barrado o serviço para proteger o Pix, sistema de pagamentos instantâneos da autoridade monetária que foi lançado depois, em novembro de 2020. Na época, a autoridade monetária negou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade