PublicidadePublicidade

Adolescente atira contra o pai dentro de banheiro e ‘prova’ o sangue

Garoto se apresentou na delegacia com mãe e advogado, mas a versão que ele contou não convenceu

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação / PC-SC)

Um adolescente de 14 anos, acompanhado da mãe e de um advogado, procurou a Polícia Civil nesta quarta-feira (26) e confessou ter atirado contra a cabeça do pai.

O caso foi registrado na semana passada, no município de  Brusque, em Santa Catarina, e desde então o garoto estava escondido. Já o genitor está internado em estado grave.

Em depoimento, o menor afirmou que agiu por legítima defesa. A versão, porém, teria sido desconsiderada pelos investigadores porque a vítima, que tem 53 anos, foi atingida enquanto usava o banheiro.

PublicidadePublicidade

Segundo o NSC Total, testemunhas também afirmaram à Polícia Civil que o adolescente não demonstrou nenhum remorso no momento do tiro e que teria até provado o sangue do pai.

“Vários fatores nos fazem desacreditar da versão contada pelo jovem. A primeira é que a vítima foi atingida enquanto estava no banheiro, ou seja, indefesa e despreparada. A outra, é que o suspeito relatou que o pai era violento, mas ele poderia optar por morar com a mãe”, explicou o delegado Alex Bonfim Reis.

O inquérito ainda segue em aberto para desvendar exatamente como tudo aconteceu. Enquanto isso, o Poder Judiciário já determinou que o garoto fique internado provisoriamente.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade