PublicidadePublicidade

Após descobrir traição, esposa exigiu que marido matasse amante

Corpo da jovem de 20 anos foi encontrado carbonizado no meio da rua

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Um caso absurdo que ocorreu há mais de um mês, no início de abril, em Praia Grande (SP) segue ocupando as atenções do Ministério Público (MP) de São Paulo.

Na ocasião, uma esposa descobriu que o marido, de 25 anos, estava tendo um caso e decidiu oferecer um ultimato para o cônjuge.

Ela disse que, caso ele quisesse continuar com ela, deveria matar a amante.

PublicidadePublicidade

E o mais impressionante é que o jovem decidiu aceitar a proposta e dar sequência ao assassinato.

Ele atraiu a vítima Vitória Luiza da Silva, de apenas 20 anos, para um local afastado, sob a desculpa de ser um encontro amoroso.

Lá, ela foi surpreendida pelo rapaz, que disparou com uma arma de fogo na região da cabeça.

O suspeito, junto da esposa que ordenou a ação, fugiu do local acreditando ter dado cabo da situação.

Porém, voltaram algum tempo depois para se desfazer do celular da vítima, momento em que perceberam que ela ainda estava viva e que o disparo não havia sido fatal.

Foi aí que decidiram atear fogo no corpo da moça. Ela foi carbonizada e deixada lá, encontrada nestas condições pouco tempo depois.

O casal foi indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver. Além disso, ambos tiveram prisão preventiva decretada após intervenção e denúncia do MP.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade