PublicidadePublicidade

Proibida de trabalhar, mulher de Anápolis tomou séria decisão para não ser assassinada

Ela já vinha sofrendo há 20 anos e nunca havia conseguido chamar a polícia

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação / PM)

Policiais militares se deslocaram nesta segunda-feira (07) até o Conjunto Filostro Machado, na região Leste de Anápolis, para atender o pedido de ajuda de uma mulher de 39 anos.

Ela contou aos agentes que está em um relacionamento há 20 anos e o casamento sempre foi muito conturbado e repleto de agressões verbais e físicas, mas que nunca havia feito nenhum registro.

No último final de semana, porém, o marido dela, de 50 anos, teria mandado a vítima sair do emprego porque ela é do período noturno e “mulher casada não tem que trabalhar à noite”.

PublicidadePublicidade

Ela também teria sido alvo de vários xingamentos e ouvido o companheiro dizer que pegaria um dinheiro que estava guardado apenas para comprar uma arma e matá-la.

Decidida a colocar um fim nesta situação, a vítima pediu o apoio dos policiais para conseguir retirar todos os pertences dela de casa em segurança.

O caso foi registrado como injúria e ameaça e deverá ser acompanhado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade