PublicidadePublicidade

Animal ameaçado de extinção é resgatado pelo Corpo de Bombeiros em Anápolis

Tamanduá-bandeira estava preso em um buraco feito para captação de água após o DAIA

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Um tamanduá-bandeira foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira (12) em uma estrada vicinal após o Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA).

Segundo a corporação, o animal estava preso em um buraco feito para captação de água.

“Com técnicas de salvamento terrestre, o mesmo foi capturado e devolvido ao seu habitat natural pois estava saudável”, informou em comunicado à imprensa.

PublicidadePublicidade

Devido à perda e à fragmentação de habitat, aos incêndios, à caça e aos atropelamentos, os tamanduás-bandeiras estão ameaçados de extinção.

Eles são os únicos mamíferos terrestres que não possuem dentes e comem apenas formigas e cupins.

Uma outra curiosidade é que o comprimento da cabeça e corpo dos animais podem chegar a 1,2 metro. Só de focinho são quase 45 centímetros e tem ainda a cauda com 60 a 90 centímetros.

A cauda, aliás, tem pelos longos que formam uma espécie de bandeira – o que serviu para adjetivação do nome.

De hábitos diurnos, os tamanduás-bandeiras normalmente vagaroso, mas quando perseguido pode fugir em galope.

O famoso abraço de tamanduá, tido como símbolo de traição, é praticamente a única defesa do animal, que tem visão e audição muito limitadas.

O melhor sistema de alerta dos tamanduás-bandeiras é o olfato, esse sim, apuradíssimo. Eles não fazem mal a ninguém.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade