PublicidadePublicidade

“Que continuemos a nos omitir da política é tudo o que os malfeitores da vida pública mais querem”

José Fernandes José Fernandes -
(Foto: Reprodução)

Daqui poucas horas Anápolis completará 114 anos. O terceiro maior município de Goiás com 391.772 habitantes, segundo o último censo, com sua história iniciada no século XIX por tropeiros que caminhavam rumo a Pirenópolis.

Uma cidade rica e pujante, com inúmeras conquistas que impulsionaram nosso desenvolvimento socioeconômico, cultural, educacional e tantos outros. Podemos citar o Distrito Agroindustrial (DAIA) criado há 45 anos e nessa semana teve a sua expansão oficializada, a ALA 2 (antiga Base Aérea), 15 faculdades e duas universidades. Existem ainda outros projetos em construção, como o Centro de Convenções e uma intenção de fazer alguma coisa útil com expertise ferroviária, Aeroporto de Cargas e Plataforma Multimodal.

Enumerar conquistas do passado e expectativas do futuro é sim valorizar nossa cidade, mas faço questão de nesse espaço parabenizar a nossa grandiosa Anápolis, exaltando o nosso povo, parabenizando as pessoas que construíram e constroem essa história. Não faz sentido exaltar construções, praças, fábricas, projetos e esquecermos as PESSOAS!

PublicidadePublicidade

Nessa lógica, também não quero citar os ícones que tivemos. Quero exaltar as pessoas anônimas que diariamente trabalham e colaboram para o nosso crescimento. Pessoas que vão e voltam a pé ou de bicicleta para o trabalho, aquelas acamadas que cuidam de suas próprias feridas e escaras, da mãe com 27 anos e já com 9 filhos e consegue sobreviver mesmo assim, dos filhos que crescem sem um lar e sem família e se tornam cidadãos produtivos, dos vizinhos que socorrem uns aos outros com um pacotinho de farinha de trigo para ter o que comer, dos artistas locais que expõem seu trabalho muitas vezes sem o reconhecimento que merecem, dos verdadeiros profissionais da imprensa que buscam a verdade sem maquiagem e documentando os fatos para a história sem parcialidades e covardias … Essas pessoas existem e eu as conheço!

Desejo profundamente como presente, a começar por mim, que a sociedade anapolina cada vez mais madura depure os nossos políticos e nossas autoridades instituídas. Que seja condenado ao ostracismo da história os maus gestores e desonestos. Que nas eleições futuras, o cérebro funcione e que os oportunistas não se aproveitem da fome dos nossos conterrâneos. Que a frase de Bertold Brecht citada no título não faça sentido em nossa realidade.

Parabéns anapolinos!

José Fernandes é médico (ortopedista e legista) e bacharel em direito. Atualmente vereador em Anápolis pelo PSB. Escreve todas às sextas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade