PublicidadePublicidade

Montadoras aceitam sacas de soja e milho como pagamento por veículos

Programa já funciona em concessionárias da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Piauí e Tocantins

Folhapress Folhapress -
(Foto: Divulgação/ Granel)

Sacas de milho e soja agora são moeda para a compra de carros. A Toyota anunciou nesta quarta-feira (4) o canal de vendas diretas Toyota Barter, que vai aceitar sacas dos grãos como pagamento pelos utilitários SW4 e Corolla Cross, além da picape Hilux.

O termo barter é de uso tradicional no agronegócio e significa transações baseadas na troca de mercadorias, sem intermediação monetária.

O programa já funciona em concessionárias da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Piauí e Tocantins. Segundo a empresa, há estudos para expandi-lo para outros estados, incluindo São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

PublicidadePublicidade

Para conseguirem comprar os carros, os agricultores precisarão apresentar certificações ambientais de produção rural.

De acordo com a montadora japonesa, o canal existia como projeto piloto desde 2019, mas agora foi lançado oficialmente. O setor do agronegócio responde por 16% das vendas diretas da marca.

O grupo Stellantis, que abrange as marcas Fiat, Jeep e Ram, tem desde maio uma linha de vendas do tipo barter em fase piloto, pensado para abranger 1.200 produtores de soja nos estados de Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Bahia, Paraná e Pará.

Da Fiat, podem ser comprados o furgão Fiorino e as picapes Toro e Strada. Já a Jeep permite a compra dos utilitários Renegade, Compass, Wrangler e Grand Cherokee -os dois últimos são importados.

A Ram disponibiliza as picapes 1500 e 2500.

“A modalidade da operação barter trade será uma maneira ágil para fomentar negócios com produtores rurais, uma vez que utilizará uma modalidade de pagamento com a qual eles já estão familiarizados. É um modelo de negócio que oferece segurança e previsibilidade aos produtores”, afirmou Fabio Meira, diretor de vendas diretas da Stellantis, no lançamento da iniciativa.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade