PublicidadePublicidade

Planejamento e investimento no retorno às aulas

O retorno às aulas presenciais é um dos eventos mais esperados por toda a população. Mais do que a expectativa dos estudantes, que estão há mais de um ano com seu calendário escolar atrasado, havia também apreensão por parte da população, uma vez que esta representa também um claro sinal de que estamos retornando à vida normal

Amilton Filho Amilton Filho -
(Foto: Reprodução)

O retorno às aulas presenciais é um dos eventos mais esperados por toda a população. Mais do que a expectativa dos estudantes, que estão há mais de um ano com seu calendário escolar atrasado, havia também apreensão por parte da população, uma vez que esta representa também um claro sinal de que estamos retornando à vida normal.

Na Assembleia Legislativa desenvolvo um trabalho perene na Educação. Bem antes da pandemia já tinha destinado mais de R$ 16 milhões a educação de Goiás em emendas que vão desde reformas até a construção de unidades novas.

Quando veio a paralisação das aulas, compreendemos que era o momento também de reavaliar nosso planejamento e usar o tempo de interdição por conta do risco sanitário para buscar uma intensificação nas obras e projetos que destinamos emendas.

O objetivo era um só: dar celeridade nas intervenções de infraestrutura a fim de que, no momento do retorno às aulas, as unidades estivessem prontas para receber os alunos com mais qualidade, gerando um ambiente mais propício ao conhecimento.

Além disto, buscamos propor ações parlamentares estratégicas, através de requerimentos, na tentativa de diminuir os impactos da suspensão das aulas, tanto no aspecto educacional quanto também na área social. Apoiamos medidas como a distribuição de itens da merenda escolar às famílias dos alunos de baixa renda e, ainda, lutamos por incentivos na conectividade para permitir que alunos tivessem acesso às aulas remotas.

Com a chegada das vacinas, saí na frente: usei meu mandato de deputado estadual para defender que professores da rede pública estadual fossem previamente vacinados assegurando um planejamento para o retorno às salas de aula.

Este debate fez coro na Assembleia e fomos ouvidos pelo Governo de Goiás. Os professores foram imunizados e, agora, podem retomar as aulas com segurança.

Somente para Anápolis, destinamos e garantimos já a liberação de recursos para construção de duas escolas. No bairro Calixtolândia, foram R$ 1.813.390,39 para levantar uma nova unidade do Colégio Estadual Salvador Santos. Já no setor Industrial Munir Calixto, 1.121.270,30 estão garantidos para construção de um novo prédio do Colégio Estadual Munir Calixto.

Ao todo, foram 22 escolas estaduais que passaram ou estão passando por modernizações a fim de dar mais segurança e conforto. Sete unidades já foram entregues. Destaco aqui a parceria com a secretária Fátima Gavioli, que sempre atendeu às nossas demandas quando lá estivemos para trazer benefícios à cidade.

Acredito no poder transformador da educação e na sua força para gerar cidadania, dignidade e melhorar a vida de centenas de milhares de goianos. Por isto, ao superar esta pandemia, vamos intensificar ainda mais o nosso debate e nossa defesa por mais avanços na Educação de Goiás e, em especial, da nossa Anápolis.

Amilton Filho é advogado e deputado estadual pelo Solidariedade. Escreve às quintas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade