PublicidadePublicidade

Vereador de Anápolis é alvo de operação da Polícia Civil por suspeita de rachadinha

Força-tarefa que cumpre mandatos de busca e apreensão conta com a participação de mais de 40 pessoas

Rafaella Soares Rafaella Soares -
(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A manhã desta quinta-feira (12) começou com uma operação deflagrada pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap) na Câmara Municipal de Anápolis.

De acordo com a Polícia civil, a ação, denominada “Split Pay”, tem objetivo de cumprir um total de 10 mandados de busca e apreensão na cidade para buscar provas para um inquérito policial.

Isso porque a especializada está investigando um suposto crime de peculato, a famosa “rachadinha”, no gabinete do vereador Luzimar Silva (PMN).

Ao todo, a operação tem a participação de mais de 40 policiais civis da Decarp (Goiânia), da 3ª Delegacia Regional (Anápolis) e da Gerência de Inteligência da Polícia Civil.

Em tempo

O termo “rachadinha” é utilizado para definir um desvio de salário e ocorre quando parte ou todo o pagamento de um servidor é transferido para parlamentares ou secretários, através de um acordo previamente definido.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade