PublicidadePublicidade

‘Homem-Aranha’ contou aos Bombeiros porque se pendurou no viaduto Nelson Mandela

Segundo a corporação, ele não ofereceu resistência e narrou drama pessoal que vive com a esposa grávida

Rafaella Soares Rafaella Soares -
(Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)

A ação do Corpo de Bombeiros para resgatar o jovem de 23 anos que se fantasiou de homem-aranha e se pendurou no viaduto Nelson Mandela, na Avenida Brasil Norte, no início da tarde desta segunda-feira (23), terminou sem intercorrências.

O Portal 6 apurou que o rapaz é morador de Luziânia, mas estaria dormindo no Terminal Rodoviário de Anápolis com a esposa grávida porque saiu da cidade natal para aceitar uma promessa de emprego que, no fim, não deu certo.

Ele chegou a ser visto pelo Parque Ipiranga, no bairro Jundiaí, segurando um cartaz e pedindo ajuda para encontrar um trabalho porque precisava sustentar um filho de 02 anos.

PublicidadePublicidade

(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

E foi movido pelo desespero que ele teria subido no monumento do viaduto. O objetivo seria apenas chamar a atenção da população para ver se conseguiria uma ocupação.

(Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)

Durante o resgate, equipes do Corpo de Bombeiros tiveram de subir na estrutura e o jovem não apresentou resistência para descer do local em segurança.

Ele foi deixado aos cuidados da Polícia Militar, que controlou o tráfego de veículos no local e registrou o caso para fazer o encaminhamento do rapaz para a assistência social do município.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade