PublicidadePublicidade

Em Anápolis, trabalhador é xingado de “preto” e sofre grande constrangimento em condomínio

Vítima estava apenas seguindo uma regra do local quando começou a ser atacada

Da Redação Da Redação -
Vista aérea de Anápolis. (Foto: Reprodução)

Um homem de 41 anos passou por uma situação complicada e inaceitável nesta terça-feira (31), na região Leste de Anápolis.

É que ele trabalha em um condomínio e, na noite anterior, teria sido alvo de ataques de uma moradora, depois de informar que um visitante não poderia entrar com carro no local.

Isso porque há uma regra de que carros não cadastrados são expressamente proibidos de passarem pelo portão, para garantir a segurança de todos que vivem lá.

PublicidadePublicidade

Apesar de apenas estar cumprindo uma ordem, a moradora teria feito ofensas por telefone e ido até onde a vítima estava para xingá-lo de “preto e nojento” e outras palavras de baixo calão.

O padrasto da mulher também teria entrado na briga e, horas depois, já na terça (31), dito que passaria com o carro até por cima do trabalhador para constrangê-lo ainda mais.

O Portal 6 apurou que, para que as devidas providências fossem tomadas, o caso já foi registrado na Polícia Civil como injúria racial e ameaça.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade