PublicidadePublicidade

Delegada relata a justificativa de mulher que colocou fogo em motorista da Urban

Polícia Civil ainda quer ouvir mais testemunhas e analisar laudos periciais para encaminhar o caso à Justiça

Rafaella Soares Rafaella Soares -
Cynthia Christiane é delegada em Anápolis. (Foto: Captura)

Ao prestar depoimento para a Polícia Civil, a mulher de 37 anos que ateou fogo em um motorista da Urban, dentro da Estação Central, revelou qual foi a motivação do crime.

Em vídeo enviado à imprensa na manhã desta quinta-feira (02), a delegada Cynthia Christiane contou que a suspeita agiu alegando se sentir perseguida.

“A autora entrou no terminal com uma garrafa contendo combustível, se dirigiu até o veículo onde o motorista estava e ateou fogo. A autuada informou que se sentia perseguida porque tem mau hálito e, quando ela passava, as pessoas tampavam o nariz”, disse.

PublicidadePublicidade

Segundo a investigadora, as investigação continuam. Testemunhas deverão ser ouvidas e laudos periciais analisados antes que o inquérito seja encaminhado ao Poder Judiciário. Inicialmente, a mulher foi autuada por tentativa de homicídio.

Assista na íntegra o vídeo da delegada Cynthia Christiane

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade