PublicidadePublicidade

Travesti é encontrada morta e com sinais de violência às margens de rodovia goiana

Corpo estava vestido apenas com a parte de cima de uma lingerie. Caso está gerando muita comoção nas redes sociais

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Durante todo o final de semana, a morte da travesti Hevelyn Montine, de 30 anos, causou choque e indignação nas redes sociais.

Ela foi encontrada morta no sábado (04), em um matagal da GO-174, na altura do município de Rio Verde, localizado a 295 km de Anápolis.

O corpo, segundo o G1, tinha três ferimentos por arma de fogo e a vítima usava apenas a parte de cima de uma lingerie, além de uma sandália de salto alto.

Como não havia nenhum documento que pudesse ajudar na identificação, todo o trabalho para comprovar que realmente se tratava de Hevelyn teve de ser feito pelas impressões digitais dela.

O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil. Ainda não há, porém, a informação se o crime ocorreu no local ou se o espaço foi usado apenas para a ocultação do cadáver.

Comoção

Nas redes sociais, são várias as pessoas que já deixaram mensagens de despedida para Hevelyn e afirmando que ela era muito guerreira, alegre e deixará saudades.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade