PublicidadePublicidade

Gás de cozinha mais barato em Goiás? Governo Federal avalia medida para baixar preço

Item no estado já está chegando a R$120, de acordo com pesquisa do Procon

Augusto Araújo -
Gás de cozinha enfrenta disparada nos preços. (Foto: Marcello Casal/Agência Brasil)

O Governo Federal estuda a possibilidade de oferecer um “vale-gás” para as famílias inscritas no Bolsa Família a partir do ano que vem.

Os debates a respeito da implementação do vale-gás surgem em meio à disparada nos preços do gás. Na capital e região Metropolitana de Goiânia, os valores estão variando entre R$ 100 e R$120, de acordo com o Procon.

Preços semelhantes são encontrados em municípios do interior, como Anápolis, Catalão e Formosa.

Há uma preocupação de que a inflação afete a popularidade do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o próximo período eleitoral.

Outra possibilidade avaliada pelo Governo Federal seria a distribuição direta do botijão de gás para famílias de baixa renda.

Bolsonaro afirmou, durante evento em Boa Vista (RR), que o preço do gás cairia pela metade com a venda direta e se os impostos forem zerados.

Vale destacar que durante a sua campanha presidencial, o atual chefe do Poder Executivo prometeu que o preço do gás ficaria a R$ 35.

Outro ponto relevante é que a Câmara de Deputados aprovou recentemente um projeto para criar o Gás Social, medida que subsidia o preço do gás de cozinha para famílias de baixa renda.

A proposta ainda deve ser enviada para avaliação do Senado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade