Quatro benefícios do Governo Federal que todo desempregado tem o direito de receber

Para além de seguro-desemprego, há mais benefícios que todo desempregado tem o direito de receber para assegurar sua sobrevivência

Anna Júlia Steckelberg -
4 benefícios do Governo Federal que todo desempregado tem o direito de receber
Seguro-desemprego e o saque do FGTS são benefícios para desempregados que acabam de ser demitidos. (Foto: Reprodução)

Durante a pandemia, o Brasil atingiu mais de 14 milhões de desempregados. Isso, inclusive, obrigou o Governo Federal a desembolsar o auxílio emergencial aos brasileiros. Mas, saiba que pessoas nessa situação podem contar com benefícios para desempregados. Veja agora 4 benefícios que todo desempregado tem o direito de receber!

Primeiramente, o seguro-desemprego e o saque do FGTS beneficia desempregados recém demitidos. Ademais, benefícios como o Bolsa Família e a Tarifa Social de energia elétrica, são destinados a famílias inscritas.

4 benefícios que todo desemprego tem o direito de receber:

1. Seguro-desemprego

PublicidadePublicidade

Começamos nossa lista de benefícios com o seguro-desemprego. Basicamente, ele é um auxílio financeiro temporário para desempregados. Além disso, destina-se para trabalhadores formais demitidos sem justa causa. Assim, as parcelas variam de três a cinco, de acordo com o número da solicitação e tempo trabalhado até a dispensa. A título de curiosidade, em 2021, o valor mínimo de cada parcela é R$1.100, equivalente a um salário mínimo, e o valor máximo é de R$1.911,84.

2. Saque do FGTS

Em seguida, outro benefício que o trabalhador formal tem direito ao ser demitido sem justa causa é o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em resumo, após a demissão, o cidadão pode pegar todo o valor do fundo, o que é conhecido como saque-rescisão.

3. Bolsa Família

Mais um benefício disponível para desempregados é o Bolsa Família. Em resumo, trata-se de um programa de transferência direta de renda para famílias pobres e extremamente pobres. As famílias que podem participar são as com renda por pessoa de até R$89 mensais. Além disso, as famílias com renda por pessoa entre R$89,01 e R$178 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos. Ademais, as famílias precisam fazer cadastro no Cadúnico. 

4. Tarifa Social de energia elétrica

Por fim, esse é outro benefício que necessita de inscrição no CadÚnico. Assim, a Tarifa Social de energia elétrica permite às famílias de baixa renda obterem descontos na conta de luz, que variam de 10% a 65%.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.